Fronteira LAB com Paula Markovitch

R$200,00

12, 13, 14 e 15 de março

Apenas 14 Vagas.
Acesso a rodadas de negócios, masterclasses e pitching.

Local: Cinemateca Capitólio Petrobras

Preencha o formulário abaixo com as informações de seu projeto e clique em Inscrição.

Fora de estoque

Categoria

Descrição

Este laboratório é direcionado para escritores e cineastas que querem desenvolver e aprofundar um projeto de filme. No início do laboratório, cada aluno apresentará um breve esboço e um texto de uma página, que se referirá ao significado do seu projeto. Este texto não é necessariamente uma sinopse ou resumo da história. Em vez isso buscamos uma reflexão, uma pergunta, uma descrição, um poema. O importante é que o texto reflita as principais preocupações e motivações do autor com sua obra. Ao longo do laboratório, refletiremos e trabalharemos o significado de cada projeto, os pontos fortes e fracos, as estratégias poéticas e narrativas mais apropriadas. Na última sessão, refletiremos também sobre a pesquisa audiovisual, os caminhos cinematográficos mais férteis para cada obra. Esperamos que cada participante consiga chegar a um profundo entendimento de seu próprio projeto, adquirindo os pontos fortes necessários para sua aventura artística.

AULA 1:
O narrador – Quem conta a história e por que a conta? O que “sente” enquanto conta? Como o narrador está ligado ao que é narrado? Onde e quando o narrador do projeto está localizado? O conflito – Quais são as forças em jogo na história? Metáforas e imagens – Quais imagens condensam o significado do texto? Qual é a revelação que aparece nas imagens?

AULA 2:
Estrutura – Qual é a dimensão dos eventos? Quão importante é a trama? Como
os eventos estão ligados? Eles obedecem a uma relação de causa-efeito ou têm
uma conexão aleatória? O que acontece; e o que está acontecendo;?
Personagens – Qual é a substância dos personagens? Qual é a sua singularidade?
Qual é a qualidade do personagem? A voz de cada personagem.
Momentos de decisão em que o personagem é revelado.

AULA 3:
Gêneros – Os gêneros ocidentais mais frequentes: melodrama, tragédia, peça,
farsa e comédia.
Qual é o gênero que aparece através projeto? Qual é a visão do universo
apresentado pelo gênero?
Rubricas e diálogos – O que os personagens dizem e por que dizem? Diálogo como música e como poesia. A rubrica como texto poético.
Maneiras alternativas de escrever cinema.
Escrever cinema sem o “formato” de roteiro.

AULA 4:
Filmar: O narrador – Filmando a partir da perspectiva do narrador.
Quem conta e quem assiste? A câmera como uma voz narrativa singular.
A linguagem da cor, luz, perfeição ou estranheza da imagem.
Força poética da peça – Onde está a força da peça? Qual é a sua revelação? Qual
é sua descoberta? Qual é a sua singularidade? Tire proveito dos pontos fortes de
um discurso e descarte os elementos que causam distração.
Veja o trabalho em si no processo.